Capa » Agropecuária » Arantes reivindica política para o setor cafeeiro no Ministério da Agricultura

Arantes reivindica política para o setor cafeeiro no Ministério da Agricultura

Preocupado com a grave crise do café que tem deixado os produtores rurais em situação dificílima, o deputado estadual Antônio Carlos Arantes (PSDB) esteve no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em Brasília, nesta quarta-feira (06/11), para reivindicar políticas públicas do Governo Federal com o objetivo de minimizar a grave crise do café. Como o ministro Antônio Andrade está em missão na China, a audiência aconteceu com o ministro interino e secretário de Produção e Agroenergia do MAPA, Gerardo Fontelles, e a chefe de gabinete do Ministério, Cleide Laia.

O Ministério da Agricultura vai propor ao Ministério da Fazenda o alongamento da dívida dos cafeicultores, as vencidas e as que vão vencer nos próximos dias. Os produtores terão cinco anos para pagar e mais um ano de carência.

Além disso, o Governo aportará R$ 400 milhões do do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) para fazer um novo Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro).

Outra medida anunciada foi a de que o produtor poderá vender antes do vencimento as opções de venda de café do mês de março.

“Eu e o secretário Carlos Melles em conjunto com o governador Anastasia, o secretário de Agricultura de Minas, Elmiro Nascimento, e diversas lideranças do setor cafeeiro do Estado estamos cobrando do Governo Federal medidas efetivas para que o produtor de café não sofra como vem sofrendo há anos. A situação não pode ficar como está e temos feito de tudo para sensibilizar a presidente Dilma Rousseff em relação a isso. Medidas paliativas não resolvem a crise. Falta um posicionamento claro, firme e decisivo do Governo Federal. Os cafeicultores não podem continuar pagando porque o Governo não toma medidas de incentivo e proteção”, argumentou Arantes.

 

No Ministério do Desenvolvimento Agrário, Arantes critica falta de recursos da Conab

 

Ainda em sua viagem a Brasília, o deputado participou do seminário sobre Aquisições Públicas no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Na ocasião, ele falou sobre os problemas enfrentados pelos produtores rurais do Estado porque a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) não repassou nenhum recurso ao longo de todo este ano para Minas. “Entendemos que a entidade passou por sérios problemas, mas os Estados não podem continuar pagando por isso. Os recursos da Conab são de fundamental importância para o produtor e várias entidades como creches, asilos e APAES dependem dos alimentos do programa federal”, afirmou Arantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>