Capa » Assembleia Legislativa » DEPUTADO ARANTES ALERTA QUE GOVERNADOR PIMENTEL QUER CRIAR PARQUE SEM TER DINHEIRO PARA INDENIZAR PROPRIETÁRIOS DAS TERRAS
DEPUTADO ARANTES ALERTA QUE GOVERNADOR PIMENTEL QUER CRIAR PARQUE SEM TER DINHEIRO PARA INDENIZAR PROPRIETÁRIOS DAS TERRAS

DEPUTADO ARANTES ALERTA QUE GOVERNADOR PIMENTEL QUER CRIAR PARQUE SEM TER DINHEIRO PARA INDENIZAR PROPRIETÁRIOS DAS TERRAS

O deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB) considerDecreto nº 301 do Governador Fernando Pimentel, publicado no dia 5 de julho de 2018, que cria o Parque Serra Negra da Mantiqueira, mais um problema instituído pelo PT. Primeiro, porque o Estado não tem dinheiro para comprar as terras e será mais calote do Pimentel. Segundo, porque o Estado não preserva as áreas ambientais existentes.

Para o deputado Arantes, se a região hoje é bonita e atrativa é porque é bem cuidada pelos produtores rurais que precisam dela para viver. Ele alerta para o fato de que, se o governo assumir essas áreaselas correm o risco de serem destruídas.

Arantes deixa claro que não é contra a criação de parques: “Preservar o meio ambiente não é só preservar a fauna e a flora, mas também as pessoas, as famílias que trabalham na terra, preservando sua história, sua cultura. Ninguém ama mais a terra do que quem vive nela. Por isso, é perfeitamente possível produzir e preservar. E se tem uma coisa que o governo Pimentel também não faz é preservar as áreas ambientais. Estão quase todas degradadas, queimadas e com os rios cheios de esgotos da Copasa. Além disso, é um governo que não respeita o direito de propriedade”, afirmou.

 

POPULAÇÃO LOCAL É CONTRA

A criação do Parque afetará os municípios de Santa Bárbara do Monte Verde, Olaria, Lima Duarte e Rio Preto. Na audiência pública que a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizou um dia antes da publicação do decreto para discutir o problema, a maioria dos presentes se posicionou contrária à criação do parque.

Os prefeitos de Santa Bárbara do Monte Verde, Ismael Teixeira de Paiva, e de Olaria, Luiz Enéas de Oliveira, além de presidentes de Câmaras desses municípios, foram enfáticos em afirmar que o parque não interessa à população local nem aos proprietários das terras.

O presidente da Câmara de Rio Preto, vereador Celso Machado Ferreira, foi taxativo: “Quanto mais ouço falar desse projeto, nesse momento caótico que vive o Estado, mais eu tenho certeza que não se justifica a criação do parque”.

A produtora rural Aline Roque Nacarati, de Santa Bárbara do Monte Verde, disse que sua família é dona de terras há mais de 300 anos e que ninguém quer vender a propriedade.

E o produtor rural e apicultor de Funil, distrito de Rio Preto, Wilson Adriano Tancredo, chamou de “desonra nacional” a forma como os moradores da região estão sendo tratados, porque o direito à propriedade não está sendo respeitado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>