Início » Notícias » DEPUTADO ARANTES PARTICIPA DE PALESTRA DE PAULO PAIVA, NA ACMINAS

DEPUTADO ARANTES PARTICIPA DE PALESTRA DE PAULO PAIVA, NA ACMINAS

EX-MINISTRO FALOU DA NECESSIDADE DE UMA REFORMA NA PREVIDÊNCIA

“Por que a reforma da Previdência”? Esse foi o tema da palestra que o professor Paulo Paiva proferiu nessa terça-feira (29/11/16), na Associação Comercial e Empresarial de Minas Gerais (ACMinas).

A convite do presidente Lindolfo Paoliello, o deputado Arantes, que é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e da Frente Parlamentar de Defesa do Comércio, dos Lojistas e dos Prestadores de Serviços de Minas Gerais, participou dos debates onde deixou clara sua preocupação o tema.

Para Arantes, o modelo faliu. “Esse é um grande problema que o país precisa resolver. O modelo que está aí não serve mais e o governo não pode mais adiar as mudanças necessárias. Mas não basta mudar a regra do jogo, é preciso mudar o caráter e a ética de quem faz a gestão da previdência, senão de nada adiantará. O contribuinte deveria que ter acesso à sua conta, para saber como anda a sua contribuição e o que andam fazendo com ela. Tem que haver transparência ou correremos o risco de ver tudo dar errado novamente”, advertiu.

O professor Paulo Paiva, que foi ministro de Planejamento e Orçamento, e também ministro do Trabalho no governo do presidente Fernando Henrique, defendeu a participação popular na fiscalização da Previdência. O ex-ministro reforçou a necessidade de uma estrutura institucional sólida e disse que é possível fazer a reforma previdenciária independente da reforma tributária. Para finalizar, Paulo Paiva disse que se nada for feito, correremos o risco da volta da hiperinflação que assolou o Brasil nos anos 80.

Verifique também

DEPUTADO ARANTES REFORÇA AÇÃO PARA A CONEXÃO MINAS-LÍBANO

O deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB) se reuniu na terça-feira (03.09) com a presidente da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *