Início » Destaque » DEPUTADO ARANTES PRESIDE INSTALAÇÃO DO COMITÊ DE REPRESENTAÇÃO DO FÓRUM DAS STARTUPS

DEPUTADO ARANTES PRESIDE INSTALAÇÃO DO COMITÊ DE REPRESENTAÇÃO DO FÓRUM DAS STARTUPS

O deputado Antônio Carlos Arantes (PSDB), um dos autores do Projeto de Lei (PL) 3.578/16 que dispõe sobre a Política Estadual de Estímulo, Incentivo e Promoção ao Desenvolvimento de Startups, presidiu nesta terça-feira (18/4/17) a cerimônia de instalação do Comitê de Representação do Fórum Técnico Startups em Minas – A Construção de uma Nova Política.

Participaram da solenidade os deputados Dalmo Ribeiro (PSDB), que é coautor do projeto; o deputado João Leite (PSDB); os membros eleitos nas etapas regionais do Fórum realizadas no ano passado, além de representantes de órgãos de fomento e de pesquisas do Estado, como a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes); a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapemig); a UFMG; a Associação Mineira dos Municípios (AMM); o BDMG; o Conselho Regional de Administração (CRA); a Rede Mineira de Inovação (RMI), e a Rede Mineira de Propriedade Intelectual (RMPI). Como convidada especial, a gerente de Vendas e Marketing da empresa Israel Homeland Security (iHLS), Keren Kalderon, fez uma palestra sobre a importância econômica das startups em seu país, criador dos aplicativos ICQ Waze, entre outros.

Para o deputado Arantes o Fórum chega a um momento decisivo: “Todo projeto tem que ter começo, meio e fim para virar realidade. Nós fizemos a proposta e ouvimos a comunidade em cinco regiões do Estado, recolhendo sugestões do setor. Agora é trabalhar esse material para a criação do Marco Regulatório das Startups. Esse projeto é pioneiro no Brasil”, ressaltou.

comitê tem a missão de analisar 32 propostas e 55 sugestões que estão no documento final aprovado no Fórum das Startups. O comitê écomposto por representantes de instituições de ciência e tecnologia; grupos de pesquisas; empreendedores; comunidades; desenvolvedores, eentidades representativas do setor produtivo. Para coordenar o grupo foi eleito o representante da Comunidade San Pedro Valley, Gibram Raul Campos de Oliveira, de Belo Horizonte, e como relatora do trabalho a representante do Centro de Convergências de Novas Mídias da UFMG, Patrícia Aranha.

Dentre as propostas estão incentivos a startups criadas e desenvolvidas dentro de universidades e escolas, que preveem bolsas para fundadores e sócios, além da captação de recursos para o desenvolvimento dos projetos. Também existe a ideia de capacitar e estimular empresas e profissionais no processo de internacionalização de produtos e serviços inovadores, apoiando as startups por meio de agências de exportações e investimentos estrangeiros. E, ainda, a proposta de criar um programa de cidades mineiras empreendedoras, com o objetivo de conceber um sistema em rede de colaboração, relacionamento e troca das melhoras práticas. Isso contribuiria para a emersão de regiões empreendedoras, criativas, inovadoras, inteligentes e sustentáveis em Minas Gerais.

O Fórum Técnico Startups em Minas teve quatro encontros regionais: em Santa Rita do Sapucaí (Sul de Minas), reconhecido polo tecnológico do Estado; Uberlândia (Triângulo Mineiro); Viçosa (Região Central do Estado) e Montes Claros (Norte de Minas), com 107 instituições representadas e 227 participantes no total. O debate público e a etapa final foram realizados em Belo Horizonte, no qual os documentos preparados em cada etapa regional foram analisados por grupos de trabalho.

Verifique também

ARANTES LEVA O SECRETÁRIO ESTADUAL DE OBRAS A PARAÍSO E REGIÃO PARA COBRAR OBRAS NA BR-050

 convite do deputado Antonio Carlos Arantes o secretário de Estado de Obras Públicas (Setop), Marco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *