Capa » Assembleia Legislativa » DEPUTADO ARANTES REÚNE LOJISTAS PARA PROTESTAR CONTRA PROJETO EM TRAMITAÇÃO NA ALMG
DEPUTADO ARANTES REÚNE LOJISTAS PARA PROTESTAR CONTRA PROJETO EM TRAMITAÇÃO NA ALMG

DEPUTADO ARANTES REÚNE LOJISTAS PARA PROTESTAR CONTRA PROJETO EM TRAMITAÇÃO NA ALMG

O deputado Antonio Carlos Arantes (PSDB) organizou nesta segunda-feira (11/09) uma reunião no gabinete do deputado Roberto Andrade (PSB), na Assembleia Legislativa de MinasGerais (ALMG), com representantes da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL) e da Câmara dos Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

A reunião teve com objetivo pedir a derrubada do Projeto de Lei 3.648/2016, em tramitação na ALMG, que obriga os bancos de dados, os cadastros de consumidor e os serviços de proteção ao crédito comunicarem ao consumidor inadimplente, por carta registrada na modalidade de Aviso de Recebimento (AR), a negativação do nome.

Participaram pela FCDL, o vice-presidente Miguel Haroldo de Faria; a assessora jurídica Sara Sato; e o analista de inteligência de mercado, Vinícius Carlos. Pela CDL-BH, o gerente institucional e assessor da presidência Edílson Cruz e a consultora e advogada Patrícia Loyola.

O deputado Antonio Carlos Arantes, que é presidente da Frente Parlamentar de Defesa do Comércio, dos Lojistas e dos Prestadores de Serviços de Minas Gerais, condenou enfaticamente o Projeto: “Essa medida só serve para prejudicar o comércio ainda mais, elevando as despesas para cobrar de quem não pagou pela compra. Além disso, o AR não é garantia de comunicação com o inadimplente, uma vez que ele pode recusar a assinar ou simplesmente não ser encontrado. Esse projeto não faz sentido”, afirmou.

O Projeto de Lei (PL), que aguarda parecer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), foi duramente criticado pelos lojistas que alegaram inconstitucionalidade na matéria. Além disso, os representantes da FCDL e da CDL afirmaram que a medida aumentará os gastos dos comerciantes com o envio de correspondência na modalidade AR, que é mais cara do que a carta simples, e esse custo teria que ser repassado prejudicando quem paga as contas em dia.

O deputado Antonio Carlos Arantes, que sempre se posicionou contrário ao Projeto, se comprometeu a convencer os parlamentares a não aprovar o PL 3.648/2016: “Não permitiremos esse absurdo”, garantiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>