Capa » Agropecuária » Deputado discute benefícios do leite em audiência na ALMG
Deputado discute benefícios do leite em audiência na ALMG

Deputado discute benefícios do leite em audiência na ALMG

Alunos receberam premiação de concurso de redação e desenho sobre o leite

A importância do leite e seus derivados para a saúde do homem e para a economia de Minas Gerais foi tema, nesta sexta-feira (06/07), de audiência pública da Comissão de Agropecuária e Agroindústria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) a pedido de seu presidente, deputado estadual Antonio Carlos Arantes (PSDB).

Durante a audiência, foi feita a premiação do Concurso de Redação e Desenho 2018, evento organizado em parceria entre o Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado de Minas Gerais (Silemg) e o Governo do Estado. Além dos alunos, os professores também foram premiados pelo trabalho de incentivo junto aos estudantes na realização das redações e desenhos sobre a importância do leite.

Paralelamente à audiência, ocorreu a Blitz do Leite, das 7 às 14 horas, na Praça da Assembleia, com estantes distribuindo amostras de leites e derivados de várias marcas mineiras para aqueles que passeavam e caminhavam no local. Todos esses eventos aconteceram em comemoração ao Dia Internacional do Leite, que teve que ser adiada por causa da paralisação dos caminhoneiros em junho.

Para o deputado, além do seu valor nutricional para o ser humano, o leite tem um peso na balança comercial de Minas e merece ser mais valorizado pelo poder público. “Somos conhecidos como a bacia leiteira do Brasil pela grande produção do leite. Minas produz 9 bilhões de litros de leite por ano. O Estado tem 230 mil propriedades do setor e gera mais de 300 mil empregos diretos. E esses produtores, que não têm sequer um dia de descanso, deveriam ser alvo de políticas públicas de valorização, deveriam ser tratados com o respeito que merecem”, cobrou Arantes. O deputado fez questão de contar sua origem, desde a infância, como produtor de leite, ajudando seu pai na propriedade no interior de Minas.

O presidente do Silemg, João Lúcio Barreto Carneiro, também cobrou ações e estratégias por parte do governo para todos os setores do segmento leiteiro em Minas. Segundo ele, é preciso investir mais em tecnologia e pensar em incentivos para os produtores.

Eleonora Xavier Paes, superintendente da área de Educação Infantil e Fundamental da Secretaria de Estado de Educação, ressaltou a importância da dedicação aos estudos, à pesquisa, desejando que esse empenho seja constante e faça a diferença na vida de cada estudante.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Amarildo Kalil, também destacou a importância e o significado do concurso e a relevância da atividade leiteira para Minas Gerais. “O nosso desafio é avançar em tecnologia e estratégias para o enfrentamento da crise, garantir a renda do produtor e a sobrevivência do setor. O estado deve incentivar o setor”, reconheceu o secretário.

A diretora do Centro de Inovação e Tecnologia Senai/Fiemg, Regina Sugayama, fez uma apresentação sobre rotulagem. Ela destacou o papel social da atividade, que mantém as famílias no campo, já que 47% dos produtores de leite são pequenos produtores. “Além disso, o leite é uma importante matéria-prima para tantos produtos. E Minas está na frente. De cada quatro vacas ordenhadas, uma está neste Estado. É um verdadeiro patrimônio para a economia e a sociedade mineira”, afirmou a pesquisadora.

Em seguida, o professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Paulo Henrique Fonseca da Silva, fez uma palestra intitulada “Leites Gerais” na qual falou sobre a importância do leite para a saúde do ser humano.

O deputado criticou com veemência a propaganda da Ambev que promove a bebida de origem vegetal, a base de côco, como se fosse “leite de côco” e diminui a importância do leite de vaca. Nesse sentido, Arantes classificou a propaganda como abusiva ao usar o termo “leite” para produtos que não são de origem animal.

Arantes fez questão de agradecer a parceria do Silmeg, parabenizar os vencedores do concurso e reiterou seu compromisso, como presidente da Comissão de Agropecuária e Agroindústria da ALMG, de continuar trabalhando em defesa do setor.

O final da audiência foi marcado pelo anúncio dos vencedores do concurso e a entrega dos prêmios aos estudantes de 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental das escolas estaduais de várias regiões de Minas. Os professores também foram premiados pelo trabalho e incentivo junto aos alunos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>