Início » Agricultura » PEC DO DEPUTADO ARANTES QUE BENEFICIA A EPAMIG É APROVADA PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA DA ALMG

PEC DO DEPUTADO ARANTES QUE BENEFICIA A EPAMIG É APROVADA PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA DA ALMG

Uma Proposta de Emenda à Constituição Mineira (PEC), de autoria do deputado Antonio Carlos Arantes, foi aprovada na terça-feira (05/11/19) pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). A PEC nº 4, de 2019, pretende tornar obrigatório o repasse para a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) de, no mínimo, 10% dos recursos destinados à pesquisa científica no estado.

A aprovação da proposta de Arantes foi considerada histórica pelos deputados que a apoiaram e também um grande passo para beneficiar uma das empresas que mais contribuem para o sucesso do agronegócio em Minas.

O deputado Arantes justificou a PEC: “Há cinco anos e meio tento aprovar essa Emenda à Constituição, o que não é uma coisa difícil, mas hoje demos um salto importante. A Epamig é a responsável direta pelo sucesso de boa parte do agronegócio mineiro e, no entanto, fica com muito pouco do orçamento destinado à pesquisa. Assim, os técnicos estão impedidos de trabalhar fazendo pesquisas, o que é um grande prejuízo para o desenvolvimento científico e tecnológico do agro. Só pra citar alguns exemplos, foi graças a Epamig que Minas aumentou a produção de café e começou a produzir vinho e azeite de qualidade. Esses dois últimos produtos o nosso estado nem sonhava em produzir”, ressaltou.

A presidente da Epamig, professora Nílda Soares, acompanhada do diretor de Operações Técnicas da empresa, Trazildo de Paula Júnior, acompanhou a votação e comemorou o resultado: “Só mesmo um parlamentar comprometido com o agronegócio, como é o caso do deputado Antonio Carlos Arantes, para conseguir esta vitória inicial. Somos muito gratos a ele pelo grande trabalho desenvolvido em favor da Epamig. São muitas as atividades desenvolvidas pela empresa. Todas elas de grande importância para um estado que tem a base de seu desenvolvimento no agronegócio”, afirmou.

Nilda Soares disse, ainda, que a Assembleia de Minas deu um exemplo para o Brasil: “Com a aprovação da PEC do deputado Arantes, a ALMG mostrou para o país a importância de um Estado investir em pesquisa técnica e científica”, ressaltou.

Aprovada na CCJ, a PEC nº 4 agora será analisada por uma comissão especial antes de ir para votação no Plenário, em primeiro turmo.

Texto e fotos: Juvenal Cruz Junot

Verifique também

INTERNET 5G É DEBATIDA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA A PEDIDO DO DEPUTADO ARANTES

A pedido do deputado Antonio Carlos Arantes, a Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *