Início » Aiuruoca » PRESERVANDO O MEIO AMBIENTE CUIDANDO DE PESSOAS
Antonio Carlos Arantes (1º- vice-presidente da ALMG - PSDB/MG), Carlos Eduardo Amaral Pereira (secretário de Estado de Saúde),

PRESERVANDO O MEIO AMBIENTE CUIDANDO DE PESSOAS

Presentes (de maneira remota) para tratar sobre o Projeto de Lei (PL) 1.658/2015, que dispõe sobre a alteração dos limites do Parque Estadual da Serra do Papagaio, estavam os autores do PL, deputados Antonio Carlos Arantes e Duarte Bechir, o deputado Dalmo Ribeiro, além de representantes das partes interessadas.

Arantes deixou clara sua preocupação, tanto com a preservação do meio ambiente, como com a manutenção da atividade econômica local. A região é uma das principais produtoras de trutas do país, e, com a limitação geográfica vigente, essa atividade, que além de própria do Estado é o único meio de sobrevivência dos produtores, estava ameaçada. “Podemos ver claramente que essa região é sim uma área de mata, que precisa ser preservada, mas essa demarcação está pegando também a área de produção econômica. É claro que existem interesses aí que eu desconheço.”

O Parque Estadual da Serra do Papagaio perpassa os municípios de Aiuruoca, Alagoa, Baependi, Itamonte e Pouso Alto. Durante a reunião, representantes dos lados interessados como o Filipe Condé de Baependi, os vereadores Mão Branca e João Paulo de Itamonte, e Marquinho, ex-prefeito de Itamonte, trouxeram as observações da população. Segundo eles, famílias inteiras que viviam há anos na localidade não sabiam que a área fazia parte do Parque, o que poderia acarretar em uma eventual desapropriação. O produtor Ligio Valle, também de Itamonte, informou que possui uma propriedade no local há 13 anos e só foi saber das áreas que delimitam o Parque Estadual da Serra do Papagaio há alguns dias. Outros produtores que não puderam participar por conta da falta de acesso a uma rede móvel, enfrentam o mesmo problema. Na reunião também estavam presentem Mariana Navarro, representante da consultoria da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, e os assessores dos deputados.

Entre as sugestões realizadas, Arantes falou sobre encaminhar um requerimento ao Governador Romeu Zema e ao Secretário de Estado de Meio Ambiente, Germano Vieira. “Para se criar um parque é preciso ter dinheiro no orçamento, e não é o caso. Para fazer parque é preciso mostrar onde está o dinheiro para desapropriar o pessoal. Esse novo governo, diferente do anterior, trata as coisas com responsabilidade. Vocês podem ter certeza que, dependendo dos deputados e do Governador, não faremos como casos passados, onde houve desapropriações que não foram pagas. Trataremos esse projeto com a justiça que merece. Encaminharemos a eles um requerimento para que nos mostrem onde esse dinheiro está, para que possamos prosseguir.”

Verifique também

DEPUTADO ARANTES SE REÚNE COM DE SECRETÁRIA DE MEIO AMBIENTE

Para conversarmos sobre as atividades e ações positivas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *